Teste Rápido COVID-19

O teste rápido identifica se você está positivo ao vírus, (ou seja nos primeiros 14 dias de exposição ao vírus), se você não foi exposto ao vírus (negativo) ou se já desenvolveu anticorpos ao COVID-19 (Imune para COVID-19).

Quem pode ser testado?

  • Pessoas assintomáticas, ou seja que tiveram contato com pessoas positivas mas que não apresentaram sintomas de COVID19;
  • Pessoas que apresentaram sintomas há pelo menos 7 dias.

Quais os sintomas do covid-19? Os sintomas mais comuns são :

  • Tosse seca, febre, cansaço e falta de ar (em casos graves);
  • Também podem ocorrer dores de cabeça (forte), dor de garganta, perda de olfato ou paladar, diarreia, coriza e mialgia (dor muscular);

Lembrando que o teste rápido de identificação IGG/IGM é indicado somente após o 7º dia do início dos sintomas ou exposição ao vírus.

Os testes estão sendo realizados tanto em nossa unidade de Blumenau quanto de Balneário Camboriú.

Para maiores informações, entre em contato conosco:

Unidade Blumenau:

  • (47) 3231-2700
  • Rua Sete de Setembro, 1535 – Centro

Unidade Balneário Camboriú

  • (47) 3169-2100
  • Avenida Alvim Bauer, 400 – Centro

O que você precisa saber sobre os

Testes para Coronavírus

Existem duas fases de diagnóstico do Coronavírus, a primeira fase, em que se procura o vírus vivo no organismo do indivíduo, através da coleta de Swab (RT-PCR ou Antígeno) e a segunda fase, em que se procura a imunidade desenvolvida contra o coronavírus através da pesquisa de Imunoglobulinas como o IGG/IGM para coronavírus.

O Interblu Centro Clínico disponibiliza os testes para identificação do Coronavírus nas duas fases da doença:



É um exame rápido para detecção do Coronavírus através das proteínas da cápsula viral a partir do 3º dia de infecção. O método consiste na coleta de secreção do nariz, permitindo detectar o vírus com 85% de precisão entre o 3º e o 9º dia de sintomas da infecção. Esse exame tem duração de até 30 min.

Os resultados possíveis desse teste são:

  • REAGENTE: demonstra a presença do vírus.
  • NÃO REAGENTE: demonstra a ausência do vírus.

Verifica se a pessoa já produziu anticorpos contra a COVID-19 através da gota de sangue do indivíduo. Esse exame está indicado a partir do 7º dia de sintomas da infecção. O exame tem duração de até 20 min.

Os Resultados possíveis desse teste são:

  • NÃO REAGENTE: Não teve contato com o vírus, ou não desenvolveu anticorpos suficientes para serem detectados pelo exame. Isso pode acontecer quando a pessoa realiza o exame sem respeitar o prazo mínimo dos 07 dias recomendados a partir do início dos sintomas para realizar o exame.
  • IgM POSITIVO: Esses anticorpos indicam infecção na fase ativa, pois eles são os primeiros anticorpos a aparecer quando vírus ou bactérias nocivas atacam o nosso corpo.
  • IgG POSITIVO: também são uma resposta a vírus e bactérias, porém atuam na fase mais tardia da infecção e indicam imunidade.
  • É muito importante na presença do positivo para IGG/IGM a orientação médica para o paciente entender em que período da doença ele se encontra. Conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde), a doença do COVID-19 teo o seu período de transmissão até o 14 dia de início dos sintomas.

    Existem casos assintomáticos, em que o indivíduo tem o resultado positivo e que também necessitam de orientação médica para descobrir em que fase se encontra.

O resultado demonstrou que estou na fase de transmissão:

O que o paciente deve fazer?



Caso os sintomas sejam leves, não é recomendado procurar um serviço de saúde. Para evitar a disseminação do vírus para outras pessoas, ele deve procurar atendimento médico somente em caso de agravamento dos sintomas, ou seja, caso tenha febre alta, tosse ou dificuldade respiratória.

O uso de máscaras é essencial para evitar a disseminação da COVID-19. O IgM reagente indica que a infecção está na fase ativa, o uso de máscara é, portanto, essencial. Essas pessoas devem usar preferencialmente máscara cirúrgica. O mesmo vale para o cuidador mais próximo dessa pessoa, quando estiver no mesmo ambiente da casa.

Segundo as últimas recomendações do Ministério da Saúde, as máscaras são recomendadas, inclusive, para pessoas assintomáticas visto que a infecção também pode ser transmitida por esses indivíduos.

A COVID-19 é transmitida de pessoa para pessoa por meio de gotículas respiratórias. O paciente deve adotar o isolamento social e domiciliar, pois o SARS-CoV-2 é um vírus altamente contagioso. Ele deve ficar no mínimo, 14 dias em isolamento, a partir da data de início dos sintomas. Indivíduos assintomáticos também devem ficar em isolamento por no mínimo 14 dias.

Em casa, os cuidados devem ser redobrados. Se possível, é recomendável que o paciente fique em um cômodo separado.

O isolamento é a maneira mais efetiva para evitar a disseminação do vírus.

As mãos contaminadas podem levar o vírus para inúmeros locais da casa. Para evitar a disseminação do vírus, elas devem ser lavadas com frequência, com água e sabão ou álcool gel 70%.

Todos os locais tocados pelo paciente que está com a COVID-19 devem ser higienizados com frequência. Ao usar o banheiro, o paciente deve realizar a limpeza do local, higienizando, por exemplo, as maçanetas das portas, as torneiras e os registros do chuveiro e do vaso sanitário. As roupas usadas devem ser colocadas dentro de um saco plástico. Lenços de papel devem ser jogados no lixo imediatamente após o uso.

Os cuidados com a higiene pessoal e domiciliar devem ser mantidos mesmo após a recuperação do paciente. Ao retornar da rua um paciente, mesmo que recuperado da COVID-19, pode trazer o vírus para o ambiente novamente, podendo assim, contaminar os familiares.

Perguntas e respostas



O IgM REAGENTE indica infecção recente, indica que provavelmente você está com a infecção no primeiro mês do contágio. A Fase de transmissão compreende os primeiros 14 dias contando após o início dos sintomas, é muito importante seguir todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde. Fique em casa. Isole-se em um quarto separado, se possível. Use máscara e higienize os ambientes com frequência. Procure atendimento médico em caso de agravamento dos sintomas.

Caso os sintomas tenham aparecido há mais de 14 dias, você ainda se encontra na fase de infecção recente, porém não está mais transmitindo a doença.

O IgG também REAGENTE indica que você está produzindo os anticorpos que conferem imunidade a longo prazo, no entanto, como a COVID-19 é uma infecção nova, não sabemos quanto tempo dura essa imunidade. Novas informações sobre a COVID-19 estão surgindo constantemente, por isso é importante se manter atualizada.

Sugerem provável ausência de infecção.

A presença de infecção não pode ser descartada, pois você pode não ter anticorpos suficientes para serem detectados pelo exame. Isso pode acontecer quando a pessoa realiza o exame sem respeitar o prazo mínimo dos 07 dias recomendados a partir do início dos sintomas para realizar o exame.

O seu resultado indica provável infecção recente. Você deve permanecer em isolamento domiciliar, por no mínimo 14 dias, a contar do início dos sintomas. Use máscara o tempo todo e higienize os ambientes com frequência.

A recomendação do Ministério da Saúde é ficar em isolamento por no mínimo 14 dias, contatos a partir do início dos sintomas.

Tanto o IgM quanto o IgG são anticorpos produzidos em resposta à infecção. A diferença é que, o IgM é primeiro anticorpo a ser produzido e o IgG é produzido mais tardiamente. Um resultado IgM reagente (positivo) e IgG não reagente (negativo) indica provável infecção recente. O resultado IgG não reagente (negativo) significa que seu organismo ainda não está produzindo essa classe de anticorpos, ou que o teste ainda não os detectou.

Muitas pessoas que têm a COVID-19 são assintomáticas, ou seja, não apresentam sintomas mesmo estando com o vírus. É essencial que você converse com seu médico para avaliar em que etapa da infecção você pode estar passando.

O IgM não reagente e o IgG reagente indica que provavelmente você já teve a COVID-19. Mas não corre mais o risco de transmissão do COVID-19.

Em caso de resultado positivo, é muito importante seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde para evitar a disseminação da COVID-19.

Se Você se encontra na fase de transmissão da doença:

  • Fique em isolamento domiciliar por, no mínimo, 14 dias, a partir da data de início dos sintomas. O isolamento é a medida mais efetiva para evitar a disseminação do novo coronavírus para outras pessoas;
  • As pessoas que moram com você também devem entrar em isolamento assim como monitorar os sintomas. Se os sintomas forem graves, como dificuldade para respirar, ele deve procurar orientação médica imediatamente;
  • Utilize máscara o tempo todo, cobrindo o nariz, a boca e o queixo;
  • Lave bem as mãos com água e sabão ou utilize álcool 70%;
  • Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso;
  • Depois de usar o banheiro, lave bem as mãos com água e sabão e sempre limpe o vaso, a pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária para desinfecção do ambiente;
  • O lixo produzido precisa ser separado e descartado. Os lenços utilizados devem ser descartados imediatamente após o uso;
  • Sofás e cadeiras também não podem ser compartilhados e precisam ser limpos frequentemente com água sanitária ou álcool 70%. Limpe também maçanetas e os locais que são tocados frequentemente;
  • Se possível, mantenha a distância mínima de 1 metro entre o você e os demais moradores da sua casa.

Neste caso, você pode fazer um exame que detecte anticorpos IgM e IgG, como o teste rápido da InterBlu. Se o seu resultado for IgM não reagente e IgG reagente, isso indicará que provavelmente você já teve a COVID-19, e está com sinais de imunidade.

É essencial que vocês adotem todas as medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, para evitar a disseminação do vírus para outras pessoas, uma vez que o resultado IgM reagente e IgG reagente indica provável infecção recente.

A recomendação do Ministério da Saúde é ficar em isolamento por no mínimo 14 dias, contatos a partir do início dos sintomas.

Usem máscaras o tempo todo e fiquem em casa. Higienizem os ambientes com frequência e fiquem em um ambiente separado de outras pessoas, se possível, caso morem com mais alguém.

Isso significa que você está com a infecção e que seu organismo está produzindo os anticorpos para combatê-la, mas você ainda pode estar na fase aguda da doença e com potencial de contaminação. É preciso conversar com seu médico.

Isso significa que você está com a infecção e que seu organismo está produzindo os anticorpos para combatê-la, mas você ainda pode estar na fase aguda da doença e com potencial de contaminação. É preciso conversar com seu médico.

Se o seu IgM foi reagente é essencial seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde para evitar a disseminação do vírus para outras pessoas. Você está na fase inicial de contaminação do COVID-19. Use máscara o tempo todo, fique em isolamento e higienize as mãos com frequência.

Sobre a medicação você deverá entrar em contato com seu médico de confiança, por Telemedicina, para esclarecer duvidas à respeito da medicação.

A pessoa pode estar com outra infecção respiratória, uma vez que os sintomas da gripe e da COVID-19 são semelhantes.

Ou essa pessoa está com a COVID-19, no entanto não esperou os 7 dias ou mais, a partir do início dos sintomas, para fazer o teste. Desta forma, o resultado pode ter sido um falso negativo.

Esse resultado sugere fase inicial da infecção. Você deve ficar em isolamento por, no mínimo 14 dias do início dos sintomas. O vírus que causa a COVID pode ser transmitido por pessoas assintomáticas. Use máscara o tempo todo e higienize os ambientes com frequência.

Se o teste de IgG e IgM for realizado antes dos 7 dias recomendados, o resultado pode ser um falso-negativo.

Para essa situação realizamos o Teste Rápido de Antígeno do Swab, que detecta proteínas da cápsula do vírus e está indicado entre o 3º e o 9º dia do início dos sintomas.

Como o seu exame de PCR foi positivo e o seu exame posterior de IgM foi não reagente e o IgG reagente, isso significa que os anticorpos IgM – que indicam fase ativa da infecção – já não estão mais sendo produzidos.

O IgG é produzido na fase mais tardia da infecção. Esse anticorpo confere imunidade a longo prazo. Você não está mais transmitindo o vírus, no entanto é importante seguir as orientações em relação à higiene pessoal e dos ambientes para não levar o vírus para a sua casa e acabar contaminando pessoas saudáveis.

O Ministério da Saúde recomenda que o teste de PCR-RT seja coletado entre o 3º e 7º dias de sintomas, preferencialmente. Após o sétimo dia a positividade desse exame começa a cair.

Já o exame de sorologia IgG/IgM é recomendado a partir do 7º dia de início dos sintomas.

Pelo seu relato, pode ser que não seja mais possível detectar o vírus pelo exame de RT-PCR, por isso é muito importante realizar os exames nas janelas corretas de cada teste. O resultado IgM reagente e IgG não reagente sugere infecção recente.

Essas são algumas razões para testes falsos negativos em um exame de RT-PCR:

  • Má qualidade da amostra, contendo pouco material do paciente;
  • A amostra foi coletada em uma fase muito precoce ou tardia da infecção;
  • A amostra não foi manuseada e enviada adequadamente;
  • Razões técnicas inerentes ao teste, como mutação do vírus ou inibição de PCR.

O teste de sorologia IgG / IgM é indicado para identificar pacientes com alta suspeita clínica para COVID-19, mas com resultado de RT-PCR negativo ou RT-PCR indisponível. Lembrando o resultado deve ser interpretado com outros achados clínicos.

Os anticorpos IgM e IgG são produzidos durante fases diferentes e também podem estar presentes simultaneamente.

O IgM é o primeiro anticorpo a aparecer quando vírus e bactérias nocivas atingem o nosso corpo. Já o IgG é produzido em uma fase mais tardia da infecção.

Na fase inicial da infecção, o IgM é reagente e o IgG é não reagente. Esse resultado sugere, portanto, que a pessoa está com a COVID-19 e que o organismo está lutando contra a infeção. Esses exames que detectam anticorpos devem ser realizados, preferencialmente, a partir do 7º dia de início dos sintomas, caso contrário o resultado pode ser um falso negativo.

O recomendado pelo Ministério da Saúde é ficar em isolamento domiciliar por 14 dias a partir do início dos sintomas. Depois desse período seu marido não está mais transmitindo a doença.

Envia sua dúvida

Contato

Telefones

(47) 3231-2700

(47) 98484-1757

(47) 99607-5187

Atendimento

Seg - Sex:     07:00 - 22:00

Sáb:      07:00 - 12:00

Dom:      Fechado