Vamos falar sobre depressão e alimentação?

Vamos falar sobre depressão e alimentação?

Vamos falar sobre depressão e alimentação?

Cada vez mais em nossa sociedade buscamos uma melhora da nossa qualidade de vida através da realização de atividade física e alimentação saudável. Dentro da alimentação saudável, falamos em reposição de vitaminas, nutrientes, proteínas, tudo com a finalidade de melhorar o nosso bem estar. Mas existe alguma dieta específica para quem tem depressão ou que previna a depressão?

Este assunto é muito debatido e controverso na psiquiatria, o qual ainda necessita de investigação e estudos complementares. Mas o que nós temos conhecimento é sobre a existência da interferência entre a nossa alimentação e o nosso humor.

Alguns alimentos podem influenciar na produção e absorção dos neurotransmissores nos transtornos de humor. Como por exemplo: os carboidratos na liberação de serotonina (sensação de bem estar) e dos aminoácidos na liberação de dopamina (bom humor e disposição).

As orientações em relação a alimentação pela Mental Health Foundation of United Kingdom são:

 Comer regularmente durante o dia.

 Escolher alimentos e bebidas com menos açúcares e cereais integrais.

 Comer legumes e frutas.

 Incluir proteína em cada refeição – carne, ovo, laticínios.

 Inclusão de peixes na dieta (ômega 3).

 Manter um peso saudável.

 Manter a ingestão adequada de líquidos (2,5 litros).

 Exercite-se regularmente.

Não há nenhum estudo que indique apenas a alimentação como tratamento ou para prevenção da depressão. A principal orientação é procurar um médico psiquiatra, iniciar um acompanhamento adequado e associar a uma alimentação saudável. Converse com o seu médico e tire as suas dúvidas!

Dra. Gabriela Bardini
Médica Psiquiatra
CRM: 17451
RQE: 13297

Envia sua dúvida

Contato

Telefones

(47) 3231-2700

(47) 98484-1757

(47) 99607-5187

Atendimento

Seg - Sex:     07:00 - 22:00

Sáb:      07:00 - 12:00

Dom:      Fechado